quarta-feira, 14 de março de 2012

Distance!

    As pessoas dizem que se importam tanto, que sentam tanta falta, mas elas ao menos demonstram? Ligam, perguntam ou realmente se preocupam? Ou elas apenas tentam fazer com que nós acreditemos que somos importantes pra que quando elas estejam sozinhas alguém ajude-as? Essas são perguntas que derivam-se praticamente da mesma frase: Estou com saudade!/Você está sumida!
    Será que a pessoa que diz estar com tanta saudade, pensou em nos ligar, nos visitar ou nos chamar até mesmo no msn? Hoje está tudo em mãos, que não é tão difícil encontrar alguém sentado na frente de um computador, mesmo que a quilômetros de distância pra dizer que está com saudade ou até mesmo pra combinar um filme com pipoca e brigadeiro.
    Deve ser por isso, pelo fato de estar tudo tão em mãos que as pessoas não se importam nem em levantar da cadeira pra ver umas as outras. Estamos tão acomodados que, muitas vezes, nem percebemos o quão distante de tudo e todos nós estamos.
    Desse jeito, a distância não vai mais existir apenas por quilômetros, mas por meros metros. Daqui pra frente, tudo vai depender de nós, dos nossos esforços. Somos nós que vamos ou não mudar isso. Podemos continuar sentados ou levantar-nos e irmos até a casa de um amigo, lhe dar um abraço e dizer, com sinceridade olhando nos seus olhos: - Eu senti sua falta! E não estaremos dizendo da boca pra fora, pois nós realmente sentimos, senão não teríamos deixado nossas manias e acomodações de lado só pra vê-lo.
   E você? Levantaria ou continuaria ai do outro lado, lendo isso e pensando: ela que fique com seus conselhos idiotas e me deixe em paz dizendo que sinto falta daqui mesmo?

Guys, resolvi escrever esse texto e mostrar pra vocês, pois querendo ou não, aceitando ou não, esta é muitas vezes a nossa realidade.
Enfim, era isso e espero que vocês tenham gostado, até a próxima! Kisses Ana. 

Nenhum comentário: